Viajante Sou
Rio Grande do Sul

Cascata do Caracol em Canela/RS: vale a pena visitar?

Com certeza você já ouviu falar na Cascata do Caracol. Quem visita a Serra Gaúcha, mais precisamente as turísticas Gramado e Canela, perceberá o grande número de atrações que essas pequenas (mas belíssimas) cidades têm a oferecer. Quem pensa que elas vivem apenas do turismo gastronômico, voltado principalmente para o tão amado chocolate (fora os fondues e as pizzas deliciosas), com suas fábricas artesanais e seus mais diversos sabores, se engana, e muito!

A Cascata do Caracol, localizada dentro do Parque do Caracol e com cerca de 131 metros de altura, com uma queda d’água de encher os olhos, é uma das principais atrações de Canela/RS, e também um dos principais cartões postais da Serra Gaúcha. O local tem estacionamento, e a entrada custa R$ 18,00 por pessoa (adultos) e R$ 9,00 para crianças e idosos acima de 60 anos.

Veja mais destinos no Rio Grande do Sul

Atrações da Cascata do Caracol

Obviamente que a principal atração do Parque do Caracol é a cascata. Entretanto, você tem algumas opções de visões diferentes para uma boa fotografia.

  • Mirante: a principal delas e a primeira que você irá se deparar é pelo Mirante, uma estrutura de aço e concreto que “sobrevoa” a paisagem da mata logo abaixo. A selfie é obrigatória! (Caso você tenha, leve o pau de selfie.) Porém, quem sofre de vertigem ou tem medo de altura, é melhor ir com calma.
Cascata do Caracol - Mirante
  • Observatório: para se chegar ao observatório é preciso pegar um elevador, que conduz o visitante a uma plataforma envidraça a 27 metros de altura. A visão que se tem do topo do observatório é de 360°, com vista em destaque para a cachoeira. Para melhorar a experiência do visitante, o local, que pode abrigar até 120 pessoas, tem binóculos à disposição.
  • Além disso, há uma lojinha de souvenires do parque por lá também, com canecas, chaveiros, camisetas etc. Atenção: a subida ao observatório não é gratuita. Na época de nossa visita desembolsamos R$ 12,00 por pessoa. Vale a pena? Vai depender do seu bolso e planejamento.
Cascata do Caracol - Observatório Ecológico
  • Escadaria: a escadaria, chamada lá de “Escada da Perna Bamba” (bem sugestivo, diga-se de passagem), leva o visitante à parte inferior da Cascata do Caracol, passeio ideal para quem curte a natureza. São cerca de 730 degraus para percorrer, ou seja, é indicado para pessoas que costumam praticar alguma atividade física, pois a volta (subida) é bem cansativa.
  • Conforme você desce, vai encontrando placas explicativas que informam a quantidade de degraus percorridos e a quantidade que ainda falta. O legal é que, no caminho, há bancos para descanso, para os mais exaustos. No fim do trajeto, a vista da cascata é encantadora, faz tudo valer a pena.
  • Bondinhos Aéreos: é possível ainda ter uma visão extraordinária da Cascata do Caracol através dos Bondinhos Aéreos. Porém, o embarque não fica no Parque do Caracol, e sim no Parque da Serra, distante cerca de 500 m após o parque. No local há lanchonete e algumas pequenas lojas. O valor do passeio é salgado: R$ 46,00 por pessoa (adultos) e R$ 23,00 para crianças e idosos acima de 60 anos. Com relação ao embarque, os bondinhos sobem de três em três, e cada cabine comporta até seis pessoas. O Parque da Serra fica na Estrada da Ferradura, nº 699.
Cascata do Caracol - Bondinhos Aéreos
  • Trilhas: essa atividade, depois da visão na Cascata do Caracol no mirante, foi a melhor, na minha opinião. A trilha que fizemos era relativamente fácil, com muito verde, a caminho do topo da cascata, no Arroio do Caracol. Chegando lá, você poderá tirar belas fotos bem pertinho d’água. Mas cuidado: não caia nela, pois é um caminho sem volta. Não vimos nenhum tipo de segurança resguardando o local. Portanto, tenha juízo e não corra riscos desnecessários.

Dicas sobre a Cascata do Caracol

Na época de nossa visita, o restaurante do parque estava inativo. Provavelmente a empresa que cuidava da alimentação no parque era terceirizada e não renovou o contrato. Por isso, é interessante levar um lanche leve e água, para hidratação, ainda mais se você visitar o local em épocas quentes e se fizer a caminhada pela Escada da Perna Bamba. Aliás, é bom sempre estar hidratado.

Como chegar à Cascata do Caracol

A Cascata do Caracol fica dentro do Parque do Caracol, na Rodovia RS 466, km 0, em Canela/RS. Para quem chega por Canela ou Gramado, há sinalização visível indicando o caminho. A estrada até lá é asfaltada. Caso não se sinta seguro, utilize o GPS, informando o destino ao “Parque do Caracol”.

Distância de:

  • Gramado/RS: 9,2 km;
  • Caxias do Sul/RS: 79 km;
  • Florianópolis/SC: 437km;
  • Curitiba/PR: 720 km;
  • São Paulo/SP: 1.123 km;
  • Rio de Janeiro: 1.548 km;

Melhor época para visitar a Cascata do Caracol

A melhor época para visitar o Parque do Caracol é aquela em que você puder. Sim, eu não diria que há uma época ideal. No verão é possível aproveitar um dia ensolarado e visitar a Cascata do Caracol. Devido à mata, o local é bem fresco. No inverno, época em que as cidades de Gramado/Canela são mais procuradas, também é possível aproveitar. Mas não esqueça de se agasalhar.

Um detalhe importante é evitar dias de chuva e alta umidade, pois, como é típico na Serra Gaúcha, a serração (ou neblina, como queira) encobre toda a visão da cachoeira. Ir em um dia assim seria desperdício de tempo e dinheiro.

Horário de funcionamento

O Parque do Caracol funciona todos os dias, das 09h às 17h30.

Serviço

  • Endereço: Rodovia RS 466, km 0, s/n – Canela/RS
  • Telefone: (54) 3278-3035
  • Valor de entrada: R$ 18,00 por pessoa (adultos) e R$ 9,00 para crianças e idosos acima de 60 anos
  • Site: www.parquedocaracol.com
  • E-mail: [email protected]

Posts Relacionados

Templo budista em Três Coroas/RS: conheça o Khadro Ling

Rodrigo

Cascata do Chuvisqueiro: tudo que você precisa saber!

Igor

Parque Aldeia do Imigrante em Nova Petrópolis/RS: uma volta ao passado

Rodrigo

Deixe um comentário